domingo, 21 de outubro de 2018

Lua Artificial Iluminará Cidade Inteira na China Durante a Noite


Um novo e ambicioso projeto chinês, garante revolucionar as noites do planeta e já está causando bastante polêmica entre os entusiastas de novas tecnologias e ambientalistas.
Trata-se de um satélite de iluminação que atuará como uma espécie de "lua artificial" e deve ser lançado até 2020.

A notícia foi divulgada  pelo jornal noticiário oficial da China e também pela agência de notícias EFE.

Segundo as agências, a ideia de por em órbita um satélite que ilumine uma cidade inteira durante a noite foi inspirada pela proposta de um artista francês que, em certa ocasião, propôs o uso de espelhos em órbita para iluminar a cidade de Paris, na França.

O propósito dessa "Lua artificial" seria iluminar a cidade toda de Chengdu, na China, com a mesma eficiência da iluminação pública feita por lâmpadas.


De acordo com especialistas, os gastos de todo esse grande projeto poderia se revelar bem econômico em alguns anos, ficando até mesmo mais barato que as despesas de manutenção do sistema  de iluminação pública.

O projeto tornou-se público recentemente por Wu Chunfeng, diretor do instituto aeroespacial de Chengdu, em uma convenção de inovação realizada na cidade.

Segundo Wu, o brilho do satélite deve ser em torno de 8 vezes maior do que o brilho da nossa Lua natural que atuaria como um complemento.

Apesar de todo o projeto parecer muito empolgante, especialistas advertem que iluminar a noite com uma "lua artificial" pode significar um enorme risco para diversas espécies da fauna e flora, se transformando em um seríssimo problema ambiental.

Os encarregados pelos projetos afirmaram que isso não será um problema, mas não deram nenhum esclarecimento mais detalhado de como os eventuais malefícios seriam evitados.